Logo
Blog
29 Jan 2024

INVESTIMENTO - Terrenos agrícolas e florestais podem captar 500 milhões de euros a curto prazo

Foram investidos mais 300 milhões de euros em terrenos agrícolas e florestais, no ano passado, um investimento pouco expressivo e estruturado, face aos mais de 500 milhões de euros que o nosso país tem potencial para atrair para o setor nos próximos dois anos.

Segundo um estudo, que retrata, detalhadamente, este segmento de mercado, de norte a sul de Portugal, os terrenos com área para a plantação de culturas permanentes, como a oliveira, a amendoeira, a videira e as árvores de fruto, começam a despertar o interesse dos investidores estrangeiros.

Aliás, de investidores com perfis muito diferentesfamily offices”, investment managers”, seguradoras e fundos de pensões oriundos, nomeadamente da América do Norte, Espanha, França, Reino Unido e Países Baixos.

  • A atenção dos investidores interessados em terrenos agrícolas está focada em lotes localizados em zonas de regadio como o Alqueva, Idanha-a-Nova e o Ribatejo.
  • A atenção dos investidores interessados em terrenos florestais está focada no centro e no norte do país, principalmente em zonas com muito pinheiro-manso e eucalipto.

São os primeiros grandes passos, no que respeita ao investimento no setor, os projetos exigem investimentos iniciais significativos, até à maturidade da cultura, uma exploração eficiente, com os olhos postos no longo prazo, e dependem da dimensão e do estado do terreno.

Contudo, o potencial de crescimento é enorme – Portugal pode dinamizar transações acima dos 500 milhões de euros nos próximos dois anos.

 

Geral
146

Últimos artigos

Marca Segura 2024 - Todos os direitos reservados Marketing Lovers | Powered by Arraial